Análises de contexto

 Dados recentes

 gráfico

As diversas facetas da crise, que se sucederam ou conjugaram num curto espaço de tempo, têm colocado à implementação do QREN constrangimentos diversos e muito significativos, aos quais se procurou responder, quer por via da minimização dos seus efeitos na implementação dos instrumentos de política, quer por via do contributo do QREN para os diversos planos nacionais mais abrangentes de combate à crise. O QREN começou por enfrentar (ainda em 2008) dificuldades decorrentes dos problemas de acesso ao crédito por parte dos promotores, sobretudo privados, reflectindo a primeira face da crise – a da crise financeira. As respostas centraram-se na criação de linhas de crédito para as empresas e na prossecução de uma política de adiantamentos aos promotores (privados e administração local), em grande parte suportada pela tesouraria nacional.

 As análises de contexto

O acompanhamento da evolução do país em termos de indicadores estruturais é fundamental para a monitorização estratégica do Quadro de Referência Estratégico Nacional, uma das missões centrais do Observatório do QREN. De facto, a coerência da intervenção dos instrumentos de financiamento estrutural no cumprimento da estratégia de desenvolvimento definida, exige uma análise permanente das alterações que ocorrem no contexto em que se desenrolam as políticas públicas.

Aqui poderá encontrar indicações úteis acerca das principais fontes de informação sobre indicadores de contexto, com particular relevo para fontes que proporcionam uma análise evolutiva e comparativa – seja em termos internacionais ou inter-regionais – da situação portuguesa. 
 

Imprimir